Segundo milagre por intercessão do Beato João Paulo II

topic

O relato de Floribeth Mora, de 50 anos, foi curada inexplicavelmente de umderrame cerebral

João Paulo II será declarado santo graças a um milagre vivenciado por uma mulher da Costa Rica, registrado poucas horas antes da proclamação de Wojtyla como beato, no dia 1 de maio de 2011.

O primeiro milagre de João Paulo II foi o da freira francesa Marie Simon-Pierre, que alegou ter sido repentinamente curada de mal de Parkinson dois meses após a morte do Pontífice.

 O Papa Francisco aprovou no dia 5 de julho a promulgação de um decreto que reconhece como um fenômeno cientificamente inexplicável, atribuído à intercessão de João Paulo II, a cura de um derrame cerebral de Floribeth Mora, de 50 anos.

 Em uma entrevista à rede mexicana Televisa, Floribeth, mãe de quatro filhos, avó de quatro netos e esposa de um ex-oficial da Força Pública da Costa Rica, recorda que no dia 8 de abril de 2011 despertou com uma forte dor de cabeça e vômito.

 Os sintomas duraram vários dias, até que, depois de internada, os médicos diagnosticaram um derrame cerebral e disseram que não poderiam fazer mais nada por ela, pois o local do cérebro onde se deveria fechar a artéria era inacessível.

 Edwin Arce, o marido de Floribeth, e a enfermeira encomendaram à intercessão de João Paulo II para pedir o milagre de uma cura médica impossível.

 Quando Edwin saiu do hospital, ele se sentou no chão e começou a chorar. “Eu dizia: meu Deus, me ajude!João Pablo II! Não me deixem sozinho, não me deixem sozinho, me ajudem!”.

 Ele acrescenta: “recordo como se fosse agorinha, quando ouvi uma voz que me dizia: “não tenhas medo, levanta-te, levanta-te; duas vezes me foi repetido”.

 Eles retornaram a casa. Floribeth era mantida sedada. No dia da beatificação de João Paulo II, 1 de maio de 2011, a enfermeira decidiu ficar em vigília para ver a cerimônia. Toda sua família foi ao estádio, onde se transmitia por satélite a cerimônia que era realizada em Roma.

 Na manhã seguinte Floribeth acordou. Olhou uma revista em que na capa estava João Paulo II.

 Levantei-me da cama, fui à cozinha onde estava o meu esposo e lhe disse: ‘me sinto bem’”, relata.

 O neurocirurgião Alejandro Vargas Román foi quem atendeu Floribeth e tinha constado o aneurisma. Depois ele mesmo confirmou o desaparecimento do aneurisma, sem explicação médica.

 Meses depois, Floribeth decidiu escrever o seu testemunho. Enviou-o ao site da Causa de Canonização deJoão Paulo II.

 O postulador, monsenhor Slawomir Oder, apresentou o milagre à Congregação para as Causas dos Santos, onde em fevereiro de 2013 a documentação foi aprovada pela Comissão Médica.

 milagre em seguida foi aprovado pela Comissão de Teólogos e pela Comissão de Cardeais e Bispos.

 Agora Floribeth espera saber qual será a data da canonização de João Paulo II, para participar junto aos mais de 1 milhão de peregrinos que são esperados para o evento.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s