A força da Igreja consiste na unidade, afirma Cardeal Ouellet após retiro com bispos brasileiros

APARECIDA, 09 Mai. 11 / 03:10 pm (ACI)

O prefeito da Congregação para os Bispos, Cardeal Marc Ouellet, concedeu uma entrevista aos meios de comunicação neste domingo, 8, ao final da Missa de encerramento do Retiro Espiritual dos Bispos, no Santuário Nacional de Aparecida, na qual ressaltou que “a força da Igreja é justamente a unidade”.

Convidado pelos bispos brasileiros a orientar o Retiro Espiritual que aconteceu nos dias 7 e 8, o Cardeal Ouellet afirma que leva do Brasil uma impressão extraordinária de unidade e também de entusiasmo. “Vendo toda a Conferência Episcopal brasileira reunida, juntamente com o povo, cantando ao final das celebrações, se sente a fé, se sente a força da fé e da devoção à Virgem Maria”, destacou.

O Cardeal também ressaltou a alegria em partilhar com os bispos brasileiros o retiro espiritual e falou sobre a importância da continuidade da Missão Continental. “Agradeço muito o convite para participar do Retiro Espiritual dos bispos da maior Conferência Episcopal do mundo. Nestes dois dias, pudemos nos animar e compartilhar a visão da Santa Sé da missão da Igreja no Continente”.

“Eu tenho observado a unidade de todos os bispos da Igreja brasileira, pois a força da Igreja é justamente a unidade, e aqui, no Brasil, pude tocar e sentir essa unidade e também estou muito feliz em ter podido contribuir um pouco, animando a ir adiante na Missão Continental”, afirmou.

O prefeito da Congregação para os Bispos falou também sobre a evangelização na América Latina. Segundo o Cardeal Ouellet, a renovação da Igreja passa por Aparecida e pelos santuários marianos, pois “é onde está à fé, a fé de um povo e a fé da Igreja, pois se renova com o contato com a fé em Maria, com a invocação do Espírito Santo, com a riqueza das vocações e com a unidade de todos.

“A unidade dos leigos com os religiosos e com os bispos. Eu creio que a renovação da Igreja passa por este testemunho de discípulos, que são missionários”, destacou também o purpurado.

Falando um pouco sobre o Retiro Espiritual, o Cardeal destacou a Exortação Apostólica Verbum Domini, escrita pelo Papa Bento XVI. “Eu falei muito nestes dias sobre a Exortação Apostólica que foi dada para Igreja pelo Papa depois do Sínodo Sobre a Palavra de Deus, de 2008. Eu creio que a recepção dessa Exortação, que nos dá o mais fundamental de nossa fé, é dizer que Deus nos fala, espera nossa resposta e Deus nos fala através de Jesus Cristo, graças a Maria, que pregava a Palavra de Deus e que continuou a pregar a todo o povo”.

Por fim, o Cardeal Marc Ouellet falou sobre o Beato João Paulo II, chamando-o de “dom extraordinário para a Igreja”. De acordo com ele, João Paulo II foi um padre para a humanidade e para a Igreja.

“Um grande pastor, um grande evangelizador, um homem de coragem e de determinação, e um homem de oração, um homem que foi disponível ao Espírito Santo, por isso era tão livre, suas iniciativas não podiam ser previstas porque era um homem levado pelo Espírito Santo, e porque era um homem muito profundamente enraizado na oração. Então ele foi um dom extraordinário que Deus deu à Igreja e à humanidade”, disse o prelado em declarações reunidas pelo portal Canção Nova Notícias.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=21742

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s