Lectio Divina

Creio…inúmeras são as indicações de métodos de leitura da Palavra de Deus (a Bíblia) na Igreja Católica, mas o paradoxo é observar a pequena parcela de fiéis que estudam, leram toda a bíblia, fizeram ou fazem curso bíblico, lêem diariamente ou que mesmo possuam uma Bíblia, (neste “possuir” não devemos levar em conta aquelas bíblias caras e de nenhuma credibilidade de texto que decoram algumas estantes por esse mundo afora). Sabe-se, e não é o intuito dessa minha observação, que houve fatores na Igreja que manteve os fiéis longe da bíblia, motivada por um zelo de que não se vulgarizasse a Palavra de Deus por livres interpretações, porém não se evitou que isso acontecesse fora da Igreja.
Quanto aos cursos bíblicos também se observa o seguinte: católicos que fizeram o curso mas não mantêm a leitura diária ou vivência do Evangelho. Bem! O que é bom observar é essa preocupação da Igreja em avivar a fé através da Bíblia.
Sobre a LECTIO DIVINA contamos com diversas publicações e agora também através da Internet há vários sites que apresentam textos que exortam e indicam métodos de estudos e leituras bíblicas. Alerto…muitos sites tendenciosos apresentam textos e estudos não católicos sem definirem suas denominações, por exemplo se são protestantes ou católicos, sem contar o manuseio do texto bíblico por outras seitas que, sem se identificar apresentam estudos, pregações, orientações de predições, sortilégios, signos de zodíaco e por ai afora. Lembremos que o maligno é exímio conhecedor da Palavra (Lucas 4, 9-11) É preciso ter discernimento e conhecer a origem e seriedade do site. Alguns blogs também anunciam estudos e pontos de vista diversos sobre a Palavra de Deus mesmo se anunciando de origem católica muitos “blogueiros” fazem uma salada a seu “bel prazer”!!! Misturam espiritismo, ocultismo, nova era, anjo misturado com fadas e figuras mitológicas… Tudo isso por falta de um aprofundamento na Palavra de Deus. Aprofundamento esse que se origina no Amor as Coisas de Deus!
Observo também, a existência de estudos complexos praticados por estudiosos da palavra, com conteúdos de grande aprofundamento. Que pouco atraem aqueles fiéis que necessitam da prática da vivência de Jesus Cristo no seu dia a dia, no seu relacionamento com Deus e os irmãos. Se você é um estudioso da Palavra, louvado seja Deus por isso.

De minha parte busquei a leitura da DEI VERBUM: (copie e cole na busca)
http://www.vatican.va/archive/hist_councils/ii_vatican_council/documents/vat-ii_const_19651118_dei-verbum_po.html

e neste link

Baixe o link AMIGOS DE DEUS na íntegra em:
http://www.rccbrasil.org.br/

IV. A BÍBLIA
Fonte de vida
Pe. Régis Bandil
Curitiba – Pr.

“Quando encontrei tuas palavras, alimentei-me; elas se tornaram para mim uma delícia e a
alegria do coração, o modo como invocar teu nome sobre mim, Senhor Deus dos exércitos.”
(Jr 15,16)

4.1. O QUE A IGREJA FALA SOBRE A BÍBLIA.
A Palavra de Deus tem sido algo de profunda reflexão na Igreja Católica. Há um clamor em todas as comunidades para que a Sagrada Escritura seja realmente mais valorizada, mais vivida, mais amada e mais lida. Não é em vão que os Bispos do mundo inteiro estão estudando este tema no Sínodo Geral: A PALAVRA DE DEUS NA VIDA E NA MISSÃO DA IGREJA.
Seu objetivo principal deste Sínodo é incentivar a prática do encontro com Jesus Cristo na
Sagrada Escritura.
Fazendo uma pequena comparação, por exemplo, quando compramos um aparelho
eletrônico (televisão, DVD, celular, etc), esses produtos vem com um manual que orienta para o seu uso correto. Da mesma forma quando queremos conhecer a história de alguém famoso (um santo, uma santa, um rei, uma rainha, etc), fazemos uso da biografia dessas pessoas. Dessa maneira nós acabamos conhecendo como não estragar os aparelhos eletrônicos e a história de uma pessoa humana.
“Encontramos Jesus na Sagrada Escritura, lida na Igreja. A Sagrada Escritura, “Palavra de
Deus escrita por inspiração do Espírito Santo”, é, com a Tradição, fonte de vida para a Igreja e alma de sua ação evangelizadora. Desconhecer a Escritura é desconhecer Jesus Cristo e renunciar a anunciá-lo.”
Documento de Aparecida, n. 247.
Aqui está à chave para tomarmos a Palavra de Deus como fonte de inspiração para as nossas vidas. Para o Povo de Deus, a Bíblia é lugar privilegiado no qual encontra-se a sua história e experiência pessoal com Deus. Este conjunto de Livros modificou a estrutura da história humana, tamanha é a profundidade e o irresistível conteúdo contido nestas sagradas páginas.
A Bíblia não foi feita por mentes humanas, mais inspirada por Deus através de diversos
autores. Em comum tiveram a preocupação em manter a história e a identidade de um povo amado e escolhido. A bíblia possui dois testamentos: o Antigo e o Novo, o primeiro preparou a vinda do messias, Jesus Cristo, narrada no Novo Testamento.
“Testamento” tem aqui o sentido antigo de “pacto atestado”, pois a experiência religiosa de
Israel se apresenta em forma de um pacto, uma aliança oferecida por Deus ao “povo eleito”,
Israel, e, segundo os cristãos, renovada e ampliada por Jesus de Nazaré para o mundo inteiro.

4.2. COMO PREPARAR-SE PARA LER A BÍBLIA.
Para conhecermos Jesus Cristo, reconhecê-lo como filho de Deus e orientarmos nossa vida
conforme o anúncio Evangelho, é necessário irmos direto na fonte da verdade, que está contida nas linhas e páginas das nossas Bíblias.
Esse é o caminho para consolidarmos nossa intimidade com Jesus Cristo, tê-lo como aquele
amigo que está sempre ao nosso lado, e não como uma pessoa distante ou indiferente a nossa realidade.
Na Palavra de Deus encontramos toda a História da Salvação (Antigo e Novo Testamento),
não é uma história qualquer, é a revelação do mistério de Deus aos homens. Esta nos acompanha desde o início da nossa criação até o fim de nossa peregrinação sobre a terra.
Deixando ser guiados pelas orientações e ensinamentos da Palavra de Deus, os cristãos serão capazes de responder às exigências do mundo atual no tocante as diversas injustiças que acompanhamos e presenciamos.
Seremos uma comunidade reflexo do amor de Deus no seio do mundo, nossas obras e nosso testemunho serão frutos da ação do Espírito Santo e do conhecimento da Bíblia.Não precisaremos ter medo de palavras humanas, mas o próprio Deus nos inspirará a falarmos as suas palavras. Além é claro de dar razoes da sua fé (Ler 1 Pe 3,15).

4.3. SEGUNDO A BÍBLIA O QUE DEUS NOS FALA SOBRE A SUA PALAVRA.
“A Palavra de Cristo habite em vós com abundância, para vos instruirdes e aconselhardes uns aos outros, com toda a sabedoria. E, com salmos, hinos e cânticos inspirados, cantai de todo o coração a Deus a vossa gratidão. E tudo o que fizerdes por palavras ou por obras, seja tudo em nome do Senhor Jesus, dando graças, por Ele, a Deus Pai” (Col 3, 16-17).
É necessário que o homem contemporâneo tome contato com a Palavra de Deus. A falta de
orientação e conhecimento faz o ser humano buscar caminhos para Deus em realidades diversas e por muitas vezes confusas. A Palavra do nosso Deus permanece eternamente (Is 40,8). É fonte de verdade e de satisfação para o homem.
“É tão grande a força poderosa que se encerra na palavra de Deus, que ela constitui sustentáculo vigoroso para a Igreja, firmeza na fé para seus filhos, alimento da alma, perene e pura fonte da vida espiritual.” (Dei Verbum, n. 21)

4.4. QUAIS OS BENEFÍCIOS E EFEITOS DA LEITURA ORANTE DA BÍBLIA?
O distanciamento dos católicos desta riqueza inesgotável preocupa a Igreja. Da Palavra de
Deus encontramos Jesus Cristo, a Revelação de Deus aos homens, a salvação da humanidade e a garantia da vida eterna.
Lutemos por dedicar um tempo para a leitura da Bíblia entre as famílias, nas pastorais, nos
movimentos, enfim, que em nossas comunidades, ela seja lembrada o ano todo e não apenas em Setembro durante o mês da Bíblia.
Diz São Jerônimo: “A carne do Senhor é verdadeira comida e o seu sangue verdadeira
bebida; é esse o verdadeiro bem que nos é reservado na vida presente: alimentar-nos da sua carne e beber o seu sangue, não só na Eucaristia, mas também na leitura da Sagrada Escritura.
A Palavra de Deus ilumina a vida dos católicos e está presente na comunidade reunidas em
diversas ações: catequese, liturgia e oração, nos sacramentos, nos cursos e encontros de formação,
etc. Afastar-se dela é perder um importante alimento para a nossa vida interior e de crescimento na escola da fé.

4.5. QUAIS OS PREJUÍZOS QUANDO NÃO ESTUDAMOS A BÍBLIA?
O discípulo missionário do século XXI precisa estar fundamentado nas Sagradas Escrituras,
sua missão vai ser proclamar àquilo que lê, crê e celebra a partir do seu encontro pessoal com Jesus Cristo. O anúncio do Evangelho atinge o coração do ser humano quando nos abrimos a experiência do amor de Deus e da misericórdia contida na Palavra de Deus.
Se nossa experiência com Deus não parte da Sagrada Escritura perdemos uma fonte sagrada
que nos leva a Santidade, além é claro, de dirigirmos nossa vida pela nossa vontade humana e não pela vontade divina. E infelizmente nos guiamos por outros caminhos que nós conhecemos, por exemplo, televisão, internet, etc, que nem sempre nos levam para Deus.

4.6. COMO LER A BÍBLIA?
Um dos métodos para transformar a Bíblia como itinerário de oração é o que conhecemos
por Lectio Divina. Ele é composto de quatro momentos interligados. Mas atenção é preciso dar um tempo diário da nossa vida para Deus, realmente privilegiar essa prática ou outras que nos ajudam a tomar intimidade com a Bíblia.
Os momentos são:
Leitura: Lê-se, em primeiro lugar, a sós ou em grupo, uma passagem da Escritura;
Meditação: Segue-se um tempo de meditação, que é um aprofundamento do sentido do que
se leu, apelando à inteligência, à memória, à imaginação e ao desejo, eventualmente com a partilha da palavra;
Oração: Na medida em que se vai escutando o que Deus diz, o fiel responde com a oração,
que pode ser de arrependimento, de ação de graças, de intercessão, de súplica ou de louvor;
Contemplação: Na medida da graça do Espírito Santo, esta oração desabrocha em
saborosos momentos de contemplação, que tornam mais viva e íntima a comunhão com Deus, e predispõe a alma para uma vida mais santa e mais ativa na realização do Reino de Deus.

4.7. QUAL A REGULARIDADE PARA LER A BÍBLIA? QUEM PODE LER A BÍBLIA?
A Bíblia deve ter um lugar de destaque em nossa vida, portanto, o ideal é que seja lida
diariamente e principalmente que todos os cristãos a leiam e tenham por ela apreço e respeito. Com isso teremos cristãos mais apaixonados e conscientes do valor da Sagrada Escritura.
“Esta leitura orante, bem praticada, conduz ao encontro com Jesus-Mestre, ao conhecimento do mistério de Jesus-Messias, à comunhão com Jesus-Filho de Deus e ao testemunho de Jesus-Senhor do universo. Com seus quatro momentos (leitura, meditação, oração, contemplação), a leitura orante favorece o encontro pessoal com Jesus Cristo semelhante ao modo de tantos personagens do evangelho: Nicodemos e sua ânsia de vida eterna (cf. Jo 3,1-21), a Samaritana e seu desejo de culto verdadeiro (cf. Jo 4,1-12), o cego de nascimento e seu desejo de luz interior (cf. Jo 9), Zaqueu e sua vontade de ser diferente (cf. Lc 19,1-10)… Todos eles, graças a este encontro, foram iluminados e recriados porque se abriram à experiência da misericórdia do Pai que se oferece por sua Palavra de verdade e vida. Não abriram seu coração para algo do Messias, mas ao próprio Messias, caminho de crescimento na “maturidade conforme a sua plenitude” (Ef 4,13), processo de discipulado, de comunhão com os irmãos e de compromisso com a sociedade.”
Documento de Aparecida, n. 249.

4.8. PARA REFLETIR.
* Quanto tempo temos disponibilizado para o estudo ou para lermos a Palavra de
Deus?
* Que atenção damos à Palavra de Deus no nosso grupo de oração?
* A Palavra de Deus tem inspirado a minha vida pessoal e meu testemunho nos lugares
onde freqüento (família, trabalho, escola, faculdade, Igreja, etc)?

Anúncios
Esse post foi publicado em Apologética. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Lectio Divina

  1. Pingback: Os números de 2010 « Creio…

  2. Francisco Dias de Oliveira disse:

    Neste exato momento como um leigo estou sentindo a necessidade de um aprofundamento no estudo da palavra de Deus; Mediante uma pergunta que minha filha menor me fêz,que seria: Como fomos criados?Não restando outro meio como resposta a Palavra de Deus a Biblia Sagrada,coloquei para ler Gênese (A Criação).
    Mediante estou também querendo buscar através de um estudo fazer um aprofundamento da palavra para possarmos vivenciar no dia a dia.Porque ainda não tenho esse momento em comunhão diária.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s